O gigante tecnológico manteve conversações com o fabricante de automóveis britânico, com vista ao desenvolvimento do seu próprio carro.

(atualização)
A Apple manteve negociações com a McLaren durante alguns meses, segundo o Financial Times. O fabricante tecnológico californiano poderá ter tido em cima da mesa uma proposta de compra da marca britânica ou um investimento estratégico que lhe garantisse a parte maioritária das ações, num negócio que envolveria cerca de 1,7 mil milhões de euros. Esta decisão estaria relacionada com a vontade da Apple em avançar com um carro em nome próprio.

Entretanto, segundo um porta-voz da McLaren as negociações chegaram a um impasse e foram suspensas, acrescentando que as conversações entre ambas as partes não estariam relacionadas com um potencial investimento da Apple no fabricante de automóveis. Esta fonte acrescentou que é habitual a McLaren manter conversações confidenciais com diferentes entidades. A Autocar avança, no entanto, que a Apple e a McLaren estiveram a negociar durante algum tempo, ao mais alto nível, uma possível colaboração na construção do carro da Apple, também conhecido como projeto Titan. As negociações poderão ter começado aquando do regresso da McLaren à F1. O gigante tecnológico estaria interessado na tecnologia e know-how ao nível de engenharia da marca britânica.

Recorde-se que a Apple está a desenvolver um projeto de condução autónoma há dois anos, sendo de prever que venha a apostar em carros elétricos autónomos. A McLaren, por outro lado, é uma marca conotada com modelos desportivos e superdesportivos.

Contudo, existem rumores que o sucessor do McLaren P1 (na imagem) poderá ser um carro elétrico.

Assine Já

Edição nº 1460
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes